Archive for 28 de setembro de 2008

h1

Guloseimas saudáveis

28/09/2008

Gente! Lá estou eu futricando notícias e tals… e dou de cara com essas maldades gastronômicas! Assim, uma maldade atrás da outra na sequência!!! A parte boa e que são guloseimas, digamos, saudáveis. Ou, pelo menos tentam ser.

Isso me deixa com menos peso na consciência de não engordar todos os quilinhos dos quais me livrei. Tou na casa dos 60kg, prestes a atingir minha meta de quase chegar na casa dos 50kg, num posso vacilar né? Mas uma coisinha doce de vez em quando é bom, num é?

Pode babar e correr pra cozinha pra fazer. Breve publico a receita do meu fantástico bolo de cenoura molhadinho e do Onigiri com colaboração da Diva.

Bolo de chocolate no palito

Ingredientes:
1 caixa de bolo de chocolate
1 pacote de chocolate granulado colorido
700 g de chocolate ao leite
papel manteiga

Modo de Preparo:
Prepare o bolo de chocolate conforme as instruções da embalagem. Coloque em uma fôrma retangular (20cm x 33cm) untada e enfarinhada. Leve para assar em forno pré-aquecido a 200ºC por 30 minutos ou até que o bolo esteja pronto. Deixe esfriar. Separe 200g de chocolate ao leite e corte em pequenos pedaços, derreta-o em banho-maria ou no microondas (por aproximadamente 3 minutos). Reserve. Corte o bolo em pedaços retangulares e corte-o ao meio (como para rechear).
Espalhe o chocolate derretido sobre uma parte do bolo, coloque o palito por cima e segurando o palito, coloque a outra parte do bolo.

Para facilitar: A montagem do bolo no palito é feita em “camadas”: massa de bolo + recheio de chocolate derretido + palito + massa do bolo.

Leve para gelar por 10 minutos. Derreta o restante do chocolate e banhe o bolo segurando-o pela ponta do palito. Deixe escorrer o excesso do chocolate, decore com o granulado colorido nas pontas e coloque para secar numa fôrma com papel manteiga.

Receita gentilmente cedida pela Dr. Oetker

Docinhos de abóbora
Rendimento: 30 docinhos

Ingredientes:
300 g de abóbora
1 lata de leite condensado
1 colher (sopa) de manteiga
manteiga para untar
açúcar de confeiteiro para passar os docinhos
cravo-da-índia para decorar

Modo de preparo:
Cozinhe a abóbora em água, até ficar macia (cerca de 25 minutos). Escorra a água e passe por um espremedor de batatas. Em uma panela, misture o leite condensado com a abóbora e a manteiga. Leve ao fogo baixo, mexendo sempre até desprender do fundo da panela (cerca de 15 minutos). Coloque em um prato untado com manteiga e deixe esfriar. Enrole os docinhos, passe pelo açúcar e decore com um cravo-da-índia. Coloque em forminhas de papel e sirva.

Dica: modele os docinhos como pequenas abóboras: deixe-os levemente achatados e , com um palito de dentes, faça marcas verticais ao redor do docinho.

Receita gentilmente cedida pela Nestle

Bolo saudável de brigadeiro

Ingredientes:
½ xícara (chá) de açúcar
5 colheres (sopa) de creme vegetal
3 gemas
1 xícara (chá) de bebida a base de soja sabor chocolate
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
3 claras em neve

Recheio e cobertura:
1 colher (sopa) de amido de milho
2 xícaras (chá) de bebida a base de soja sabor original
1 xícara e meia (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de creme vegetal
meia xícara (chá) de chocolate em pó

Para untar e enfarinhar: creme vegetal e farinha de trigo
Para decorar: confeito granulado

Modo de Preparo:
Unte e enfarinhe uma fôrma redonda média (25 cm de diâmetro). Reserve.
Pré-aqueça o forno em temperatura média (180° C). Bata na batedeira o açúcar, o creme vegetal e as gemas até ficar homogêneo. Acrescente a bebida a base de soja sabor chocolate aos poucos, intercalando com a farinha. Retire da batedeira, junte o fermento e misture. Adicione as claras, mexendo delicadamente de baixo para cima. Coloque a massa na assadeira reservada e leve ao forno por 35 minutos ou até que um palito, depois de espetado na massa, saia limpo. Retire do forno e reserve até esfriar.

Recheio e cobertura:
Em uma panela grande, dissolva o amido de milho na bebida a base de soja sabor original. Junte o açúcar e o creme vegetal e leve ao fogo médio, mexendo sempre até ferver. Abaixe o fogo e cozinhe por 25 minutos, mexendo de vez em quando. Peneire o chocolate e misture até ficar homogêneo. Cozinhe por mais 10 minutos, mexendo sempre, até começar a soltar do fundo da panela. Retire do fogo.

Para montar:
Corte o bolo reservado ao meio, formando dois discos e distribua meia xícara (chá) do brigadeiro em uma das metades. Coloque a outra metade do bolo sobre o recheio e cubra com o restante do brigadeiro. Polvilhe o confeito granulado. Sirva em seguida.

Receita gentilmente cedida pela ADES

Bolinhas Tricoloridas
Rendimento: 50 unidades

Ingredientes:
2 latas de leite condensado
2 colheres (sopa) de manteiga
5 colheres (sopa) de pó para bebida com leite sabor chocolate
5 colheres (sopa) de pó para bebida com leite sabor morango
manteiga para untar
açúcar cristal para passar os docinhos

Modo de preparo:
Em uma panela coloque o leite condensado e a manteiga e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até desprender do fundo da panela (cerca de 12 minutos). Retire, divida em três partes e acrescente o pó para bebida com leite sabor chocolate a uma delas e o pó para bebida com leite sabor morango à outra, mexendo muito bem (mantenha uma parte branca). Despeje em pratos untados e espere esfriar. Com as mãos levemente untadas, pegue uma porção pequena de cada uma das três massas, una e enrole, formando os docinhos. Passe pelo açúcar e coloque em forminhas coloridas.

Receita gentilmente cedida pela Nestle

Beijinho com soja
Rendimento: 40 unidades

Ingredientes:
1 colher (sopa) de amido de milho
2 xícaras (chá) de bebida a base de soja sabor original
1 xícara e meia (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de creme vegetal
meia xícara (chá) de coco ralado

Para untar: creme vegetal
Para envolver: meia xícara (chá) de coco ralado
Para acondicionar: forminhas de papel

Modo de preparo:
Em uma panela grande, dissolva o amido de milho na bebida a base de soja sabor original. Junte o açúcar e o creme vegetal e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até ferver. Abaixe o fogo e cozinhe por 30 minutos, mexendo de vez em quando. Acrescente o coco e misture até ficar homogêneo. Cozinhe por mais 10 minutos, mexendo sempre, até soltar do fundo da panela. Retire do fogo e coloque em um refratário untado. Deixe esfriar. Unte as mãos, modele os beijinhos e envolva-os no coco. Acondicione-os nas forminhas e arrume-os em uma travessa. Sirva em seguida.

Receita gentilmente cedida pela ADES

Pipoca com Achocolatado

Ingredientes:
2 colheres (sopa) de óleo
1 xícara (chá) de milho para pipoca
10 colheres (sopa) de açúcar
6 colheres (sopa) de achocolatado em pó

Modo de preparo:
Leve o óleo ao fogo e, quando começar a esquentar, junte o milho para pipoca; mexa até que a pipoca comece a saltar. Tampe, deixe em fogo baixo e sacuda a panela de vez em quando, até que as pipocas tenham estourado completamente. Junte o açúcar misturado com o achocolatado e continue mexendo, até que o pó tenha derretido.

Dica: se preferir, ao invés de preparar a pipoca no modo convencional, utilize a pipoca para microondas.

Receita gentilmente cedida pela Nestle

Fotos: divulgação
Fonte: Renata Rode – Site itodas

h1

A vida é um saco de jujubas vermelhas!

28/09/2008

Eu num gosto nem de propaganda enganosa nem de perder tempo.
Eu gosto é de jujubas vermelhas! Nós gostamos, né?

Vamos dividir um saco de jujubas vermelhas?

E tem coisa melhor que beijo na boca? Tem não! Quer dizer, isso pra quem sabe beijar bem. Pra quem beija com a alma e com o coração. E eu sou beijoqueira mesmo… digo logo!

Eu só sei que tou zen. Tou na paz. Tipo assim, desejando tudo em dobro pra o mundo todo! (Xiii… se deu mal quem fez coisa ruim…)

Aí eu fico divagando sobre os sentimentos humanos…
Hipocrisia: afetação de virtude ou sentimento que não se tem; fingimento, falsidade.
Dissimular: ocultar ou encobrir com astúcia; não dar a perceber, calando ou simulando; não revelar seus sentimentos ou desígnios.

E essas mesmas pessoas que se dizem “do bem” e que sentem enjôo com a pseudo-hipocrisia alheia (que só existe nas cabecinhas pôdres delas) são as primeiras a fazer caca. É… aquele bom e velho ditado… “faça o que eu digo mas não faça o que eu faço”… Interessante…

Quando a gente pensa que já viu de tudo nessa vida, a gente sempre esbarra com alguém que nos surpreende!

E eu continuo tentando ser uma jardineira mais experiente…

Mas, deixemos isso de lado. Melhor continuar com meus mantras pq, sei não… às vezes acho q esse mundo tá perdido e restam poucas pessoas iguais a mim no mundo. Muito poucas mesmo!

Eu acho que vou fazer duas tatuagens novas. Gosto de marcar momentos importantes da vida com tatuagens. Uma é um coração no pulso direito q pretendo fazer com minha mãe e outra um mantra.

O mantra mais conhecido do buddhismo tibetano é OM MANI PADME HUM os tibetanos pronunciam Om Mani Peme Hum, associado ao bodhisattva da compaixão, Avalokiteshvara.

OM representa a presença física de todos os buddhas.
MANI, jóia, simboliza a jóia da compaixão de Avalokiteshvara, capaz de realizar todos os desejos.
PADME significa lótus, a bela flor que nasce no lodo; do mesmo modo, devemos superar o lodo das negatividades e desabrochar as qualidades positivas.
HUM, representando a mente iluminada, encerra o mantra.

Quem sabe, mais pra frente, uma flor de lótus… gosto desses significados.

E cada dia eu vou melhorando e chegando mais e mais perto de ser uma pessoa mais e mais incrível! Sorte vai ter quem tiver junto comigo…