h1

Manifesto pela bagunça

27/11/2008

Pasme! Ser desorganizado não é problema. O caos é producente e economiza tempo e dinheiro de profissionais e empresas

Por Mariana Lemann, de Nova York

caos

Um tema tão trivial como a bagunça virou tema de um livro lançado em 2007 nos Estados Unidos. Em A Perfect Mess (“Uma perfeita bagunça”), da editora Hardcover, Eric Abrahamson e David Freedman desafiam o senso comum de que a desordem prejudica a vida pessoal, profissional e os negócios. Eric é professor de gestão da escola de negócios da Universidade Columbia, em Nova York. David é jornalista das áreas de ciências e negócios. Apoiados em estudos científicos que comprovam que sistemas complexos, como o cérebro, funcionam melhor na desordem, eles defendem que pessoas desorganizadas são mais eficientes e perdem menos tempo. De Boston, David falou a VOCÊ S/A. Veja os principais tópicos da conversa.

O custo de ser organizado
“Para ser organizado, você deve investir recursos como tempo e dinheiro. De uma forma ou de outra, você gastará algo e, geralmente, esse algo é mais custoso do que a maioria das pessoas pensam. Elas ignoram o fato de que são necessários recursos e esforços para ser e manter-se organizado. Quando você se permite ser um pouco desorganizado, você recupera recursos, economiza tempo, dinheiro e libera pessoas que trabalham na sua empresa para se dedicar a outras atividades.”

Quebrando a fantasia
“No início dos anos 90, conversando com um físico que estava estudando como a desordem pode melhorar um circuito eletrônico, percebi que os cientistas estavam encontrando na natureza exemplos de sistemas que trabalham melhor quando desorganizados. Um desses sistemas é o cérebro humano. Quando me dei conta disso, comecei a me perguntar se essa premissa também seria verdadeira na vida das pessoas e das organizações. E comecei a derrubar um mito.”

Ordem x caos
“Há benefícios oriundos da organização. Mas esses benefícios tendem a diminuir quanto maior o grau de organização, até o ponto que o benefício já não existe mais e se torna um problema. A maioria de nós conhece alguém que, de tão obcecado por organização, torna-se ineficiente.”

O estigma do bagunceiro
“Pessoas desorganizadas são tratadas como ineficientes, incapazes de estabelecer prioridades ou encontrar o tempo para se organizar ou com dificuldade em encontrar coisas. Isso não é verdade. Na maioria dos casos, o oposto é verdadeiro. Grosso modo, pessoas desorganizadas são mais eficientes e perdem menos tempo com detalhes bobos.”

Desordem e criatividade
“Ser criativo significa ser capaz de pensar de maneira nova, pensar sobre coisas inesperadas. A questão é onde encontrar idéias inesperadas. O ambiente caótico é mais estimulante. Ele possibilita mais conexões. O processo de buscar algo numa pilha de papéis é extremamente estimulante.”

Os exemplos reais
“Um exemplo de desordem é a livraria The New England Mobile Book, de Boston, aqui nos Estados Unidos. Lá, não há nenhuma ordem na disposição dos livros. O que é economizado com catalogadores e bibliotecários é repassado em descontos. Outro exemplo é o restaurante canadense Confusion, que mistura diferentes culinárias em um ambiente desordenado. Até o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, não segue uma agenda.”

Como lidar com o chefe certinho
“Se o seu chefe é um maníaco por organização, com tolerância zero para bagunça, creio que você tem um problema sério. Há muitas maneiras pelas quais chefes são inadequados, e essa é uma delas. Então essa é uma das decisões que as pessoas precisam tomar — definir se querem ficar no trabalho ou procurar outro. Ser natural e eficientemente bagunçado pode ser incompatível com um chefe obcecado por organização. É uma situação delicada, talvez sem solução.”

Encontre o equilíbrio
“Para quem é desorganizado e não consegue contornar a situação é importante buscar ajuda de especialistas para diagnosticar distúrbios como déficit de atenção, obsessão compulsiva, depressão ou mal de Alzheimer. Para o desorganizado que não apresenta distúrbios, aconselho que não tente uma transformação drástica. Pense em fazer pequenas mudanças para evitar a ansiedade. Para o organizado: saiba que a organização extrema não é produtiva. Tente ser um pouco mais descontraído, e assim notará que tudo tende a ser menos rígido e melhor.”

Fonte: Revista Você S/A – edição 107- maio 2007

Anúncios

6 comentários

  1. Adoro minha bagunça organizada. Quem olha meu quarto acha um inferno, mas eu acho tudo que quero nele rapidamente. Sei como funciona xP

    Matheus

    http://www.oultimoromance.wordpress.com


  2. amei! muito vou replicar algo em cima disso lá no blog rs… e até sei QUEM cutucar! =D


  3. Eu ando deveras desorganizada. Mas acho que níveis altos de desorganização não são bons, eu já estou incomodada com meus acessos de caos.
    “déficit de atenção, obsessão compulsiva, depressão ou mal de Alzheimer”… rs Tem que ter jeito!

    Gostei do texto.


  4. […] eu acabei de twittar >> Manifesto pela bagunça! e você sempre achou que era maravilhoso ser todo GTD e organizadinho […]


  5. Da Lama ao Caos, do Caos a lama….


  6. Tenho TDAH organização nunca foi meu forte….



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: