h1

Aguém sabe as respostas?

06/01/2009

interrogacao

Calem-se!

Por que eu nasci? Que graça tem isso? Quem sou eu? O que quero da vida? Quais são os meus reais sonhos? O que posso fazer para realizá-los? Por que não consigo sair de onde estou? Pra que tantos talentos? O que eu faço com eles se, nenhum deles me traz felicidade? Quando isso acaba?

“Ah, mas você é linda, inteligente, tem não sei quantas graduações, tem amigos que te idolatram, tem uma família maravilhosa, não passa fome, tem saúde…”, etc etc etc… E daí? Hipócritas! Babões idiotas! Cansei de todos vocês!

Tenho me feito muitas perguntas ultimamente e tenho desejado ardentemente que essa agonia acabe de uma forma ou de outra. Infelizmente (ou felizmente), eu sou incapaz de resolver isso da maneira mais rápida. Porque a maneira mais rápida também é a mais dolorida. Admito. Sou covarde. Tão covarde quanto todos os que se dizem muito corajosos e se sentem o máximo em passar essa imagem falsa. A diferença entre eu e vocês, meus caros, é que eu falo o que sinto e penso. Não me escondo atrás de máscaras pra dar o bote como lobos na hora em que o papel de cordeirinho não tem mais função.

Só os idiotas são mesmo felizes… e eu continuo apenas observando a vida passar por mim sem poder fazer nada. Vendo idiotas se dando bem, vendo as pessoas se matarem, as pessoas pisarem nos sonhos dos outros, nos meus sonhos, passarem por cima de quem quer que seja sem medir nenhuma consequência dos seus atos, destruindo vidas como tsunamis e ninguém faz nada. E eu, covardemente, já não tenho mais nem forças pra tirar o pé do chão, quem dirá fazer alguma coisa pra mudar isso. Parabéns, vocês venceram! É o só o que me resta dizer…

Chega uma hora na vida que você deseja não ter vivido certas coisas que viveu mas, você mesma sabe, que se não as tivesse vivido, talvez não tivesse chegado onde chegou nem, muito menos, evoluído de tal modo.

Todo mundo sabe que a dor, de certa forma (ou totalmente), é sempre um aprendizado mas, como já dizia Aristóteles, “O homem sábio não persegue o que é agradável, mas a ausência de dor“. Sábios são os idiotas! Queria eu ser sábia (e idiota). Acho que esse talvez seja o grande desejo do ser humano. Ser sábio e idiota. Mas nenhum chega. Nenhum consegue ser as duas coisas.

A propósito, quem puder, leia Flávio Gikovate em “Uma história de amor com final feliz“. É, no mínimo, angustiante. Dá todas as respostas mas não vem com um manual de “como faz”, o que deixa o leitor completamente frustrado e desesperado. Uma beleza! Melhor voltar pra o pessimismo de Schopenhauer (“A arte de ser feliz“) que é muito mais engraçado como livro de piadas!

Tenham paciência… a desintoxicação é a pior parte do processo… (E a lua continua com aquele sorrisinho idiota bem na minha janela…)

Dinah Chershire

.

.

. Como eu te amo… e tudo que eu queria era te odiar…

frase

.shell-32x32

…vc disse q estaria sempre por perto mas estou aqui: sozinha, precisando de você aqui.

Anúncios

3 comentários

  1. pra q perguntas?
    pra q respostas?
    nao basta viver?
    nao basta sentir?
    quanto mais perguntas vc fizer, quanto mais respostas buscar, mais saberá q não se precisa de perguntas, pq as respostas não existem para serem procuradas.
    elas existem apenas em nós mesmos e na hora certa, elas aparecem como num passe de mágica.
    pense nisso!


  2. Pior é q vc tem td razão. A resposta surgiu, assim, do nada… e eu ainda tou besta tentando entener como ela chegou mas td bem… o q importa é q ela chegou. Mestre, vc sabe tudo!


  3. =/

    acho q a resposta é ser você mesma e não se importar tanto em satisfazer as pessoas…
    não adianta, nunca vamos conseguir satisfazer a todos, e tentando fazer isto, não estamos sendo felizes com nós mesmos.
    complicadisso colocar isso em prática, mas vale a pena tentar melhorar um pouquinho a cada dia.
    concordo com o tulio aí em cima.
    elas aparecem, e quando aparecem é a melhor coisa do mundo!

    tudo de bom pra vc, julia!
    que em 2009 você encontre este equilíbrio que eu percebo que você tanto busca! XD

    e depois me passa a receita, viu? hihihi

    me identifico demais com as coisas que você posta, e este post foi como se vc tivesse vivido minha vida nos últimos dias.

    =*sss



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: