h1

Exploração infantil

13/01/2009

Uma mãe espertinha e um diretor de galeria retardado. Só podiam ser australianos!

Cuidado ao conviver muito tempo com eles, pessoas. Homens podem se tornar tapados a ponto de não saber distinguir um Miró de uma pintura infantil e sair comprando gato por lebre pra depois se arrependerem e darem uma desculpa esfarrapada. Mulheres podem ter sua dose de canalhice intensificada a ponto de passar por cima de quem quer que seja, venderem a própria mãe (quem dirá um filho!) e ainda dizer que “essas coisas acontecem”…

A coitada da criança

A coitada da criança

Uma menina de dois anos terá suas pinturas expostas em uma das principais galerias de arte da Austrália. (Rá!)

Mark Jamieson, diretor da Brunswick Street Gallery de Melbourne, segunda maior cidade da Austrália, afirma ter aceitado expor as pinturas abstratas de Aelita Andre sem saber que a artista tem apenas 2 anos.

A mãe da menina, Nikka Kalashnikova, também artista, não mencionou a idade da filha ao mostrar os quadros ao diretor, que gostou do que viu e fez questão de incluir as obras em uma mostra com outras duas outras artistas, uma delas, a própria mãe de Aelita.

Kalashnikova disse que, ao apresentar as pinturas da filha a Mark, ela e o marido apenas queriam uma outra opinião sobre o trabalho da pequena artista, que acreditam ser uma criança prodígio. (ahahahahahha… conta outra!)

O quadro "MIR Space Station in Cherry Blossoms" ("Estação Espacial com Flores"). Que titulo lindo! Foi mammãe quem colocou?
Uma das “obras de arte”: O quadro “MIR Space Station in Cherry Blossoms” (“Estação Espacial com Flores”). Que título lindo! Foi mamãe quem colocou?

Após Jamieson descobrir que as obras tinham sido pintadas por uma criança, mesmo admitindo constrangimento, decidiu levar adiante a idéia de expô-las. (E ele lá ia perder dinheiro?)

Antes de descobrir a idade de Aelita, o diretor já teria mandado produzir convites e feito publicidade sobre a mostra. (Tá vendo?)

Vou manter a exposição, mas isso não vai se tornar algo comum aqui“, disse ele ao jornal australiano “The Age“. (Sei…)

A mostra das pinturas de Aelita, avaliadas entre US$ 250 e US$ 1,5 mil, começa no final de janeiro. (Será que vai ter algum retardado australiano que vai comprar? Claro que vai!)

Depois dessa, acho que vou começar a me lambuzar toda de tinta, rolar sobre uma tela e dizer que é arte abstrata pra algum aussie imbecil! Rá!

Australianos só não conseguem ser mais imbecis que os americanos…

Fonte: BBC Brasil

Anúncios

2 comentários

  1. olha a diferença né… aqui a exploração infantil é com trabalhos como lavoura e afins… lá é com arte rs


  2. ahuhauhahuahuauhauhuha… claro né… só no Brasil o povo é burro, môbem. Ao invés de explorar com algo mais lucrativo…
    Ok… adimito… a mulher é canalha mas é inteligente… kkkkkkkkkkk!!!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: