h1

Ne me quitte pás

18/01/2009

Cena da semana: Maysa aos bugalhos cantando “Ne me quitte pás

ne-me-quitte-pas

Não há nada mais mexicano do que isso. Não há Almodóvar certo! Ela arrasa. Põe pra fora sem vergonha nenhum tudo que tem vontade (enquanto Dinah esconde). Ídola, ídola, ídola forever! Mas eu prefiro não pagar esse mico, nem fazer esse papelão de colocar alguém acima de mim. No way, baby. Never! Sem chance! Combino mais com as músicas de Alanis do que as de Maysa (ambas ídolas forever). E cantarei a plenos pulmões “You oughta know” botando pra fora todo o restante de fantasmas e monstros que ainda existem dentro de mim!!! Pelo visto esse show será parte importante da transformação… (Já até sonhei com esse show! Aff!)

“Não me deixe
Devemos esquecer
Tudo pode ser esquecido
Que já tenha passado
Esquecer os tempos
Dos mal-entendidos
E os tempos perdidos
Tentando saber como
Esquecer as horas
Que às vezes mataram
Com sopros de porque
O coração de felicidade
Não me deixe…

Eu vou te oferecer
Pérolas de chuva
Que vêm dos países
Onde não chove
Eu vou cavar a terra
Até a minha morte
Para cobrir teu corpo
De ouro e luzes
Eu farei uma terra
Onde o amor será rei
Onde o amor será lei
Onde tu serás rainha
Não me deixe…

Não me deixe
Eu inventarei
Palavras sem sentido
Que tu compreenderás
Eu te falarei
Sobre os amantes
Que viram duplamente
Seus corações incendiarem-se
Eu te contarei
A história deste rei
Morto por não poder
Te reencontrar
Não me deixe…

Nós freqüentemente vemos
Renascer o fogo
Do vulcão antigo
Que pensamos estar velho demais
Nos é mostrado
Em terras que foram queimadas
Nascendo mais trigo
Do que no melhor abril
E quando vem a noite
Com um céu flamejante
O vermelho e o negro
Não se casam
Não me deixe…

Não me deixe
Eu não vou mais chorar
Eu não vou mais falar
Eu me esconderei lá
Para te contemplar
A dançar e sorrir
E para te ouvir
Cantar e então rir
Deixa que eu me torne
A sombra da tua sombra
A sombra da tua mão
A sombra do teu cachorro
Não me deixe…”caminho

Jacques Brel

.conchinha

Acho que não quero mais deixar conchinhas pra você catar… até quando? Sei lá… Mal sei de mim…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: