h1

Sim ao sim (parte 2)

19/02/2009

carnaval_mascaraEstamos bem no meio da semana e minha experiência quase falha no primeiro dia. Dinah é meio demente, sabe? Às vezes esquece das coisas que promete (e isso vale pra tudo, até quando ela promete esquecer aquele ex-namorado FDP que não vale um Big big mastigado). Enfim… já de manhã disse um “não” bem grande quando o despertador tocou… quase atiro ele na parede (maldito!). Mas eu não ia desistir fácil. Persisti.

Meu vizinho sem noção tentou se aproveitar da oportunidade mas eu consegui escapulir dele sem precisar dizer não (Rá!) e mais um espertinho me convidou pra viajar no final de semana. Ok, esse eu até ia se eu tivesse com grana sobrando (mas não é o caso). Mesmo ele bancando as passagens, disse que me sentiria mais à vontade se eu fosse tendo condições de ir só. Ele entendeu e eu também não precisei dizer não.

Também não posso querer ser assim tão radical logo de cara. Se eu for dizer sim sem pensar muito nas consequências eu acabo fazendo coisas fora da lei. Eu não quero ser presa e passar o resto dos meus dias na prisão. Ainda tenho que botar Alice no mundo. Então optei pra dizer sim pra tudo desde que sejam coisas que não seja nem ilegais nem que façam mal aos outros.

E acabou que essa experiência, ainda que esteja no meio e faltem alguns dias, já me trouxe algumas coisas interessantes:

1) Convite para desenvolver um trabalho pra um novo cliente;
2) Uma exposição de fotografia;
3) Fazer algumas encomendas de última hora porque vendeu o estoque todo;
4) Um encontro com um novo amigo;
5) Pessoas novas e interessantes no ciclo de amizades;
6) E até (pasmem!) convites para festas de carnaval!

Você tem idéia do que é isso? Dinah abomina carnaval! Dinah odeia muvuca, deteste multidão! E Dinah vai… Dinah disse “sim”!

Agora, o mais mais disso tudo é que Dinah vai se meter logo em folia grande:

1) Abertura do Carnaval do Recife no Marco Zero;
2) Camarote do Galo da Madrugada. Simplesmente o maior bloco carnavalesco do mundo!

Ok… acho que na próxima semana eu vou adotar a terapia do “não” e dizer não pra todas as coisas. No mínimo, será uma experiência de desapego tremenda… imagina se me oferecem uma viagem à Tóquio com tudo pago!? Eu morro!!!

Dinah Chershire

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: