h1

Saramago

20/06/2010

Dia desses passei pela locação de “Ensaio sobre a cegueira” em São Paulo. Era madrugada e não tinham carros além do que eu estava. Confesso que me emocionei de verdade. Relembrei o filme e minha admiração por Saramago veio toda novamente à realidade.

Este homem, que é simplesmente o único Prêmio Nobel da Lingua Portuguesa (1998), é “somente” “o cara” que mudou muito minha concepção de vida com suas obras.

“Ao princípio, respondia que escrevia para que gostassem de mim. Depois esta resposta pareceu-me insuficiente e decidi que escrevia porque não me agradava a ideia de ter de morrer. Agora digo, e se calhar é verdade, que, no fundo, escrevo para compreender”


José Saramago

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: