Archive for the ‘Receitas’ Category

h1

Alimente-se de humor

13/09/2010

Você é aquilo que você come. Você sabia que certos alimentos contêm substâncias que interferem no seu comportamento? Nosso humor é modulado por uma substância chamada serotonina, que pode melhorar o humor, causando uma sensação de bem-estar. Conheça alguns alimentos que podem trazer alegria e mais calma ao deu dia-a-dia.

Opções

1

Chocolate
O chocolate possui teobromina e feniletilamina, substâncias estimulantes que te deixam em alto astral. Mas não deve ser consumido em excesso porque inicialmente melhora o humor, mas o organismo pode passar a sentir falta do alimento, causando alterações emocionais, como a depressão.

2

Banana
A banana contém elevado teor de vitamina B, que ajuda a acalmar o sistema nervoso. Coma uma ou duas bananas maduras por dia, sem misturá-las a outros alimentos.

3

Massas e grãos integrais
Dão uma sensação de bem estar duradouro, pois contém carboidratos complexos, que são digeridos lentamente e ajudam na disposição, sem provocar oscilações no humor.

4

Leite
Beber leite morno antes de dormir relaxa. O leite é rico em uma substância chamada triptofano, o principal precursor da serotonina.

5

Pimenta
A sensação de ardor faz com que o cérebro libere uma substância denominada endorfina, que causa excitação e euforia, mas sob bem-estar. Entretanto, não exagere! Pimenta em excesso pode causar indisposição estomacal.

6

Peixes
Coma salmão, atum e anchovas, peixes ricos em Ômega 3 que facilitam o trabalho dos neurotransmissores e combate males como a depressão.

7

Alface
O caule (ou talo) da alface é rico em Lactucina, substância que age como calmantes naturais no organismo. A alface é indicada como calmante, analgésico, emoliente e cicatrizante.

8

Café
A cafeína é um poderoso estimulante. Bom para se manter alerta no trabalho ou em tarefas caseiras, mas cuidado: altas doses podem aumentar o nervosismo.

Importante

Tudo que é consumido em excesso faz mal. Balanceie suas refeições e se alimente de maneira equilibrada e colorida. O bom humor é fundamental para levar uma vida sadia.

Fonte: Comunidade Bem Simples

h1

Cuscuz da Flávia

31/08/2010

A receitinha de hoje é da minha prima. Nem é cuscuz paulista nem cuscuz nordestino mas é um meio termo delicioso! Anota aí!

Ingredientes:

2 xícaras de chá de flocão de milho
1 xícara de chá de água
1 tomate médio, sem pele e sem sementes picado em cubinhos
1 cebola média picada em cubinhos
2 dentes de alho espremidos
1 colher de sopa de óleo
1 colher de chá de azeite de oliva
1/2 cubinho de caldo de peixe, camarão ou bacalhau
1 lata de sadinha
sal a gosto

Modo de preparo:

Prepare o cuscuz como de costume na cuscuzeira com as 2 xícaras de chá de flocão de milho hidratados em 1 xícara de chá de água com uma pitadinha de sal à gosto.

Enquanto o cuscuz fica pronto (e isso acontece em mais ou menos 5 minutinhos, quando aquele cheirinho delicioso começar a tomar toda a cozinha), refogue o tomate, a cebola e o alho no óleo misturado com o azeite. Quando estiver dourado, acrescente o tomate e o caldo meio esfarelado. Mexa bem e acrescente a sardinha sem os ossinhos do meio e meio picadinha.

Quando o cuscuz estiver pronto, acrescente ao refogado e misturo tudo. Prontinho!

h1

Alimentos x Emoções

17/08/2010

Banana: contra a ansiedade

Se você anda mais ansioso(a) que o normal, aposte na banana para elevar os níveis de serotonina. Quando os níveis desse neurotransmissor estão baixos, falha a comunicação entre as células cerebrais. Aí você fica irritada e especialmente ansioso(a). A fruta combina doses importantes de triptofano e vitamina B6. Juntas, as duas substâncias se tornam poderosíssimas na produção da serotonina.
Quanto consumir: 2 unidades por dia

Mel: pura alegria

Triste sem motivo? De novo a causa pode ser a serotonina de menos. Nesse caso, o mel funciona como um calmante natural, pois aumenta a eficiência da serotonina no cérebro. Mas não é só aí que ele atua. Quando alcança o intestino, ajuda a regenerar a microflora intestinal. Resultado: o ambiente se torna mais propício para a produção de serotonina. Surpresa? Pois é, cerca de 90% do neurotransmissor do bom humor é produzido no intestino.
Quanto consumir: 1colher (sopa) / dia.

Abacate: amigo do sono

Dormir é tão importante para viver bem quanto comer direito e fazer exercícios. Tem noite que o sono não vem? Põe fé no abacate. Tudo bem, ele tem gordura, mas é boa. E oferece vitaminas que ajudam você a se entender melhor o travesseiro. A vitamina B3 equilibra os hormônios que regulam as substâncias químicas cerebrais responsáveis pelo sono. Já o ácido fólico funciona como se fosse uma enzima, alimentando os neurotransmissores que fazem você dormir bem. Quanto consumir: ½ abacate pequeno, 3x / semana.

Salmão: levanta o astral

Mau humor constante pode ser sinal de falta de ômega 3 no prato . O representante oficial dessa gordura amiga é o salmão. Mas existem outros peixes (atum, aranque e sardinha) que jogam seu astral lá para cima. O ômega 3 melhora o ânimo porque aumenta os níveis de serotonina, dopamina e noradrenalina – substâncias responsáveis pela sensação de bem-estar. Estudos também comprovam que este ácido graxo tira os radicais livres de cena e assim protege o sistema nervoso central. Quanto consumir: 1 porção, 3x / semana.

Lentilha: afasta o medo

Angústia e medo podem estar relacionados ao desequilíbrio de cálcio e magnésio. Essa dupla atua no balanceamento das sensações. Além de incluir alimentos com cálcio (queijo e iogurte) e magnésio (acelga) na dieta, consuma mais lentilha. Ela tem efeito ansiolítico, ou seja, tranqüiliza e conforta. Isso porque é precursora da gaba, neurotransmissor que também interfere nos sentimentos.
Quanto consumir: 3 conchas pequenas / semana.

Nozes: mantém você concentrado(a)

São muitos os nutrientes das nozes. Mas é a vitamina B1 a responsável por essa fruta oleaginosa melhorar a concentração, pois a B1 imita a acetilcolina, neurotransmissor envolvido em funções cerebrais relacionadas à memória.
Quanto consumir: 2 nozes, 4x / semana.

Chá verde: espanta o estresse

Essa erva, a Camellia sinensis, tem fitoquímicos (polifenóis e catequinas) capazes de neutralizar as substâncias oxidantes presentes no organismo que, em excesso, deixam você cansada e estressada e acabam desorganizando o funcionamento do organismo. O estresse é capaz de desencadear a síndrome metabólica, culpada por doenças como a obesidade e a depressão. Beber chá verde, conforme alguns estudos, melhora a digestão e deixa a mente lenta.
Quanto consumir: 4 a 6 xícaras (chá) / dia.

Brócolis: deixa a mente esperta

É comum você demorar alguns segundos para lembrar o número do seu telefone? Este alimento é rico em ácido fólico, acelera o processamento de informação nas células do cérebro, conseqüentemente, melhorando a memória. Porções extras desta verdura vão fazer você lembrar de tudo rapidinho.
Quanto consumir: 1 pires / dia.

Clorela: controla a preocupação

Comportamento obsessivo pode ser sinal de que as células do organismo estão desvitalizadas. A alga clorela funciona como um poderosíssimo reparador celular, melhorando as funções fisiológicas e o sistema imunológico. E mais: contém vitaminas (B3, B6, B12 e E) e minerais (cálcio, magnésio e fósforo) e aminoácidos (triptofano) que ajudam a estabilizar os circuitos nervosos, acabando com a aflição e aumentando a sensação de conforto.
Quanto consumir: de 2 a 4g / dia (cápsula)

Óleo de linhaça: dribla o apetite voraz

O óleo extraído da semente de linhaça e prensado à frio é uma fonte vegetal riquíssima em gordura ômega 3, 6 e 9. Melhor: é um dos poucos alimentos com ômega numa proporção próxima do ideal, o que é imprescindível para que exerça suas funções benéficas. Uma delas é regular os hormônios que ajudam a manter o sistema nervoso saudável. Com isso, a ansiedade perde espaço e a cumpulsão a comida fica bem menor. Quanto consumir: 1colher (sobremesa) / dia, antes das refeições principais.

Gérmen de trigo: acaba com a irritação

Assim como as nozes, o gérmen de trigo tem vitamina B1 e inositol, que reforçam a concentração. Mas por ter uma boa dose de vitamina B5, o gérmen é especialmente indicado como calmante, já que melhora a qualidade de impulsos nervosos, evitando nervosismo e irritabilidade.
Quanto consumir: 2 colheres (chá) / dia.

Tofu: espanta o desânimo

O queijo de soja tem o dobro de proteínas do feijão e uma boa dose de cálcio. Também é rico em magnésio (evita o enfraquecimento das enzimas que participam de produção de energia) e ferro (combate a anemia). Quando estes minerais estão em baixa no organismo, você se sente fraca e sem ânimo. Mas é a colina, substância que protege a membrana das células cerebrais, que dá ao tofu o poder de acabar com o cansaço mental. Quanto consumir: 1 fatia média / dia.

Dr. Luiz Carvalho – Nutrólogo e Nutricionista
Nut. Gabriela Zanatta Port – Nutricionista

h1

Camarão empanado

02/08/2010

Ingredientes:

1kg de camarão médio fresco
4 xícaras de água
2 limões
3 xícaras de leite
6 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de sopa, bem cheias, de margarina
2 claras de ovo
1 colher de sopa de açafrão
Meio pacote de queijo ralado
Farinha de rosca
Sal

Modo de preparo:

Em água corrente, lave bem os camarões, mas não tire a casca. Em uma panela, ponha a água, o sal, o limão e os camarões. Ferva até que os camarões fiquem vermelhos e retire-os da água.
Deixe o equivalente a 3 xícaras dessa água do camarão na panela e acrescente o leite, a margarina, o açafrão e o sal. Deixe ferver e adicione a farinha de trigo e o queijo ralado. Mexa rápido até desgrudar do fundo da panela. Retire da panela e espere ficar morna.
Enquanto isso, descasque os camarões, mas não retire o rabinho. Ao descascar os camarões, limpe-os, retirando a parte da barriga.
Com a massa morna, soque até ficar lisa e macia. Pegue uma quantidade pequena e abra com o rolo de massa. Coloque o camarão dentro da massa, deixando apenas o rabinho de fora. Envolva o camarão com a massa, moldando de acordo com o formato do camarão. Passe as massas com os camarões na clara de ovo e em seguida na farinha. Frite-os e sirva!

Fonte: Comunidade Bem Simples

h1

Sucos que ajudam a combater a anemia

26/07/2010

A anemia é a redução na quantidade de oxigênio que o sangue é capaz de transportar. O ferro é um fator muito importante para combatê-la, pois faz parte da formação da hemoglobina, componente do sangue que transporta oxigênio. Ocasiona fadiga, depressão e sonolência.

Suco Luz do sol

Ingredientes:

Vegetais ricos em ferro: espinafre, couve, cereais integrais, beterraba, rabanete, alface, tomate e todos os vegetais verdes.

Frutas: maçãs, pêssegos, figos, pêras, cerejas e uvas.

O suco base acrescentado de um ou vários destes ingredientes, ajuda a diminuir a anemia, e faz com que o sabor seja sempre diferente.

Suco de brócolis e couve-flor

Ingredientes:

2 folhas de brócolis
2 hastes de couve-flor
1 copo de água-de-coco ou água mineral
Modo de preparo: bater tudo no liquidificador. Coar e tomar.
Dose recomendada: duas vezes ao dia.

Suco de Cenoura e kiwi

Ingredientes:

½ cenoura
1 kiwi
1 copo de água-de-coco
Adoçar com melado
Modo de preparo: bater os ingredientes no liquidificador com a água-de-coco.
Dose recomendada: duas vezes ao dia, após as refeições principais.

Principais elementos terapêuticos

Brócolis e a couve-flor: possuem indol-3 carbinol, que atua contra o câncer.
Cenoura: é rica em betacaroteno, que é a pró-vitamina A, ajudando os tecidos celulares e a visão. A vitamina A é varredora de radicais livres, que ocasionam a degeneração das artérias e das doenças como o câncer e a diabetes. O renomado oncologista europeu Hans Neiper recomenda o uso da cenoura para o sistema imunológico.
Kiwi: em 100g, tem 6 vezes mais vitamina C do que a laranja. A vitamina C protege contra a gripe, infecções, aumenta a imunidade e protege contra o câncer, segundo Linus Pauling, Prêmio Nobel em duas ocasiões.
Água-de-coco: é mineralizante.
Melado de cana: é riquíssimo em ferro.

Fonte: “100 sucos com poderes medicinais”, de Lelingron Lobo Franco. São Paulo: Elevação, 2005. pag 23-25.

h1

Maria Mole

06/04/2010

Ingredientes

1 pacote de gelatina branca (sem sabor)
1 xícara de água
1 e 1/2 xícaras (chá) de açúcar
300g de coco fresco (ralado)

Modo de Fazer

Ferva a água e dissolva a gelatina na água fervente. Bata até dissolver completamente. Então, junte o açúcar aos poucos e bata até embranquecer. Unte uma assadeira retangular com óleo e salpique com o coco ralado. Despeje o creme, espalhando por igual. Salpique por cima o restante do coco ralado. Depois que endurecer, corte em quadradinhos.

Modo de Fazer no Microondas

Coloque a água em uma jarra refratária de um litro. Ferva por 2 minutos na potência alta. Dissolva a gelatina na água fervente. Bata até dissolver completamente. Então, junte o açúcar aos poucos e bata até embranquecer. Unte uma assadeira retangular com óleo e salpique com o coco ralado. Despeje o creme, espalhando por igual. Salpique por cima o restante do coco ralado. Depois que endurecer, corte em quadradinhos.

Forma de Congelamento

Congele em aberto ou embale nas porções desejadas, etiquete e leve ao freezer.

Tempo de Armazenamento

3 meses

Forma de Descongelamento

Geladeira ou temperatura ambiente.

Receita: Evelin Duarte

h1

Pastéis de festa ou Pasteizinhos pernambucanos

03/04/2010

Ingredientes:

01 cebola média em cubos.
500g de carne moída.
01 pimenta malagueta sem semente e bem picada.
01 colher generosa de extrato de tomate
01 colher (chá) de colorau
Sal, pimenta do reino e cominho.
Azeitonas
500g de massa para pastel.
Fio de azeite para refogar.
Óleo para fritar.

Modo de Preparo:

Refogue a cebola no azeite, adicione a carne e os temperos (menos sal e colorau), quando estiver bem fritinha e seca, adicione o extrato de tomate, colorau e o sal, baixe o fogo e deixe dar uma apurada leve. Espere esfriar e recheie os pasteis com a carne e as azeitonas. Frite em óleo quente e depois de uma leve enxugada em papel toalha, polvilhe açúcar de confeiteiro por cima. Rende de 8-12 pasteis médios/pequenos.

Dicas:

– Faça pasteis pequenos, de festa infantil.

– Pode fazer açúcar de confeiteiro em casa, batendo por alguns segundos o açúcar convencional no liquidificador ou processador, depois peneire.

– Faça uma boa massa de pastel ou compre uma de boa qualidade, é importante que ele tenha uma massa grossinha e pouco quebradiça.

– Pique a azeitona e não use inteira.

Receita no Tá na mesa pessoal