Posts Tagged ‘Beyoncé’

h1

Anjos existem

06/09/2009

maos-dadas

Lembra daquelas paredes que construí
Bem elas estão desmoronando
Elas nem tentaram ficar em pé
Nem fizeram um som
Eu achei um jeito de deixa-lo entrar
Mas eu nunca tive dúvida
Sob a luz de sua auréola
Eu tenho meu anjo agora

É como se eu estivesse despertando
Todas as regras que eu tinha você está quebrando
É o risco que eu estou correndo
Eu nunca vou te calar

Em todo lugar que eu olho agora
Estou rodeada pela sua graça
Baby eu posso ver sua auréola
Você sabe que é minha graça salvadora
Você é tudo que eu preciso e mais
Dá pra ver no seu rosto
Baby eu posso sentir sua auréola
Ore para que não desapareça

Eu posso sentir sua auréola, auréola, auréola
Eu posso ver sua auréola, auréola, auréola

Atingiu-me como um raio de sol
Queimando na minha noite escura
Você é o único que eu quero
E estou viciada em sua luz
Eu jurei que não cairia de novo
Mas nem sequer sinto que estou caindo
Gravidade
A me puxar de volta para o chão…

caminho

Beyoncé (Halo)

h1

De Michael Jackson à Stefhany

29/06/2009

Michael Jacksonstefhany

Ontem tava vendo Caldeirão do Huck e foi praticamente um especial Stefhany. E ele virou pra platéia e disse: “Recebam ela como se fosse a Madonna!“.
Aí eu me perguntei: “Hein? O que diabos tem a ver Stefhany com Madonna? Apelou, Lu…
Pior que tem!

Vendo hoje a coletânea Immaculate Collection no DVD, o primeiro clipe que aparece, “Lucky Star” (1983), remete à Stefhany.

A partir desse vídeo, Beyoncé se inspirou para seu super sucesso “Single ladies” (2008).

Que acabou resultando num trechinho de referência da Stefhany e seu Cross Fox (2009).

Aí a pessoa pára tudo!

Quem inventou as dancinhas em grupo em video clipes, hã? Hã? Michael Jackson, oras!!! Em “Thirller” (1982).

Michael Jackson veio antes de Madonna! Já dançava e já estourava muito antes dela. E convenhamos que o cara reinventou a música e o show business tá?

Temos que agradecer a ele pela inovação dos clipes musicais. Sem ele, os clipes não seriam obras de arte (alguns) como são hoje. Eu me lembro de assistir aos lançamentos, no Fantástico, de muitos dos clipes de Michael. E sempre eram grandes produções de encher os olhos.

Então Stefhany… você e seu forró-sucesso-dos-cafuçus… até você, tem que agradecer a ele! Curve-se ao Michael Jackson, Stefhany!

Michael, você é o rei e assim será.
E como disse Nathalia, uma amiga minha de Sampa:
“Michael Jackson morreu. Tipo, tem pessoas que a gente pensa que são imortais. Ele é uma delas.”

king