Posts Tagged ‘energia’

h1

Equilibre o organismo e energise-se

28/09/2009

felicidade

Quando começamos a pensar em maneiras de aumentar nossa disposição no dia-a-dia, geralmente a motivação surge como uma reação a algum tipo de sufoco que passamos. Aquela corridinha para alcançar as portas abertas do metrô ou aquele lance de escadas transformam-se de algo rotineiro e banal em um evento de alerta. É num momento como esse que passamos a dar mais atenção aos conselhos de saúde. As opções que nos ocorrem mais rapidamente tem a ver com uma ida até a drogaria mais próxima, em busca de um polivitamínico e um pensamento fugaz acerca de como poderíamos organizar nosso cotidiano a fim de incluir uma atividade física em nossa vida, já bastante atribulada.

Para garantir o equilíbrio do organismo de forma a ter mais energia, a Medicina Tradicional Chinesa recomenda a manutenção de cinco pilares de saúde que traduzem a qualidade de nossas vidas: o sono, a alimentação, a respiração, a essência e o movimento. Eles estão associados aos cinco elementos (ou cinco processos vitais) que precisam coexistir em harmonia para que tenhamos uma boa disposição. Quando nossa energia é obstruída em algum dos cinco elementos, o resultado é uma drenagem de nossas forças.

Sugestões para a manutenção da energia

Entendendo o organismo, podemos efetuar mudanças práticas em nosso cotidiano para que nossos hábitos atuem a favor de nossa saúde:

  • Para a fisiologia energética da Medicina Tradicional Chinesa, o horário de melhor funcionamento do nosso sistema digestivo corresponde ao período entre 7 e 9 horas. Nossa primeira refeição do dia deve ocorrer preferencialmente neste intervalo de tempo.
  • Entre 11 e 13 horas deve haver o mínimo de atividade possível para que os recursos da mente sejam preservados. Uma sesta, como praticam alguns povos, é altamente recomendável.
  • À noite, nossa capacidade de absorção do chi dos alimentos é diminuída e, como recomendam as receitas dietéticas orientais, uma sopa de raízes é um dos melhores tônicos que podemos adotar.
Entenda os cinco elementos e suas influências básicas
  • Fogo – Para uma breve compreensão do que está relacionado a esse raciocínio é importante sabermos que o sono é uma das expressões do elemento fogo e que ele abriga a capacidade de interação cognitiva e sensitiva do indivíduo. De acordo com os orientais a energia desse elemento influencia nossa memória, nossa capacidade de estarmos presentes ou ausentes em dado momento, despertos ou em torpor. O que define um sono reparador não é o total de horas por noite, é despertar com vitalidade e estímulo para o dia.
  • Terra – A alimentação fornece o sopro vital do exterior que precisa estar em sintonia com nossas exigências particulares de vida, numa manifestação do elemento terra. Nesse aspecto revelam-se as necessidades mais físicas, as demandas que o estilo de vida de cada um determina em termos de nutrição para a estabilidade da vida. Todo nosso suporte muscular é orientado por este processo. Evite a deficiência ou o excesso de alimentos doces. Durante a semana priorize suas necessidades nutricionais e quando não estiver trabalhando, coma menos.
  • Metal – A respiração é uma representação do elemento metal, muito importante e muito negligenciado no ocidente. Achamos estranha a idéia de aprender a respirar, porque é uma coisa que “acontece sozinha”. Não por acaso estamos quase sempre sufocados por uma freqüência curta e quase nenhuma profundidade para buscar o ar. O metal relaciona-se com nossa capacidade de defesa perante as agressões do ambiente. O sopro vital (energia da vida) límpido é extraído do ar e determina a qualidade de nosso fôlego para enfrentar desafios. A ansiedade é o reflexo de seu desequilíbrio.
  • Água – A essência refere-se ao tipo de energia herdada de nossos familiares e a uma característica finita do sopro vital, a energia da vida, que se esgota com o tempo de forma irreversível. É um aspecto que funciona como um cronômetro da vida. Governa o nascimento, o crescimento, a reprodução e, num sentido psíquico, abriga nossa força de vontade. Sua natureza é como um total em dinheiro que vai se esgotando conforme nossos hábitos de consumo. Controle o sal da sua dieta, mantenha ossos e articulações saudáveis mediante boas posturas e tenha uma vida sexual protegida. Joelhos e coluna lombar são as regiões do corpo que sinalizam excessos.
  • Madeira – Por fim o movimento, que é próprio do elemento madeira, e governa ritmos corporais e o metabolismo. A suavidade de nossos fluxos internos é ditada pela harmonia deste elemento e seu desequilíbrio pode ser notado por ocorrências súbitas, que inflamam nosso comportamento e destroem a serenidade do espírito, como a irritação por exemplo. Evite excessos de alimentos gordurosos, condimentados e que sobrecarregam o fígado. Abandone o sedentarismo.

Texto de Gustavo Lunz para o site Personare

Acupunturista e shiatsuterapeuta pela Academia Brasileira de Artes e Ciências Orientais. Graduando em Fisioterapia, atua em programas empresariais de qualidade de vida.

contato: gustavo.lunz@gmail.com

h1

O poder de realização das palavras

10/08/2009

pensamento

O que você pensa e fala em seu dia-a-dia influencia sua realidade

“A energia do pensamento e a da palavra podem mudar toda uma vida.” Um dia, quando eu ainda estava perdida no mundo, conheci um homem diferente de todos que eu conhecia. Ele me ensinou muitas coisas sobre o amplo poder da energia. Por meio de suas mentalizações positivas, plantou dentro de mim a semente da energia positiva e desencadeou o meu despertar. E hoje quero dividir com você um pouco do que aprendi com este amigo especial.

A energia do som da palavra tem um grande e vasto poder de realização. Toda palavra é um mantra em ação. E são os pensamentos que materializam a palavra. O que você pensa e fala em seu dia-a-dia, para as pessoas, sobre elas ou sobre você mesmo, causam a realidade com que vivencia sua vida.

Vamos encarar que sempre achamos que quando as coisas começam a dar certo, parece que tudo dá certo mesmo no final. Mas, por outro lado, se começam da forma errada, tudo acaba dando errado também. Você já se permitiu refletir que talvez você se influencie e se apegue sempre à primeira impressão e dela determine todo o resto? Pense bem sobre isso. Observe seus pensamentos e as atitudes que se seguem.

Se continuamente vive dizendo que não tem sorte, que seu chefe não gosta do seu trabalho, que seu filho, marido ou professora são insuportáveis, que o dinheiro está acabando… assim será. Se esta é a verdade de seus pensamentos, tenha muito cuidado, principalmente se estas palavras vierem recheadas de sentimentos. Lamento, mas você esta se condenando a viver isso.

Não me diga agora: “Mas a crise esta aí!”. Eu sei, eu também vivo neste planeta e estou sujeita a estas influências.O que estou dizendo é que, apesar desta realidade ou mesmo de qualquer outra que possa ser difícil de lidar, você deve ter o controle de seus pensamentos. Só quando tiver a consciência de que pode escolher o que está pensando, sentindo e falando, terá o prazer de materializar novas oportunidades e sua própria felicidade.

Não importa como está se sentindo, até isso é possível mudar escolhendo no que prefere pensar. Não alimente com sua imaginação um pensamento negativo. Busque uma palavra positiva e repita-a até sentir a sensação de tranquilidade que esta escolha traz. Depois, observe o que aconteceu com seu mental.

Quando for escolher a energia de uma afirmação positiva, examine -a com cautela. Escolha sempre o verbo no presente, mesmo que pareça estranho. Lembre-se que o poder de mudança esta no momento do “agora”. Depois com o tempo tudo ficará mais confortável e real. A palavra falada é um portal que se abre para realizar seus caminhos. São pensamentos expressos que, carregados de energia positiva como coragem e amor, ajudam a encontrar a felicidade interior. Mas se estiverem carregadas de medo ou raiva vão esvaziar a possibilidade de você encontrar tudo o que realmente pode realizar.

Imagine agora uma situação em que você foi acusado de ser um idiota, por exemplo. O que esta palavra causou em sua emoção? Se provocou sentimentos tão ruins, por que as palavras amor e coragem não alterariam seus sentimentos e sua vibração?

Aproveite e faça uma experiência agora mesmo:

* 1Pegue o que mais lhe aflige no momento e transforme em energia positiva, energia de cura. Comece identificando a situação em detalhes, sem julgamentos. Cuidado com sua mente tagarela. Só constate o que lhe incomoda. Qual é o problema?
* 2Depois, transforme as palavras e o pensamento em positivo e, agora sim, permita que sua mente crie o que precisar para “sentir” que de alguma forma o positivo é definitivamente possível neste momento. Se sentir vontade escreva, medite, mentalize quantas vezes achar adequado.

Se quiser realmente mudar o padrão de comportamento, eu aconselho a começar com 21 dias de repetições diárias, e refaça sempre que achar necessário. Inicialmente pode ser difícil, pois sua mente vai relutar ao esquema novo, mas com a insistência será sempre cada vez mais fácil, até se tornar automático.

Após ter plantado a semente da energia positiva no solo fértil da consciência, não a desenterre para ver se finalmente germinou. Tenha paciência, alimente em seu interior a certeza da concretização de seus pensamentos, sentimentos, palavras e ações. Energia e vibração positiva são o tempero necessário para uma vida mais feliz. Experimente ao menos um vez!

Para continuar refletindo sobre o tema

Livro Aonde você vai? Um guia para a jornada espiritual, de Swami Mmuktanandada, Siddha Yoga

Livro Afirmações Cientificas de Cura, de Paramahansa Yogananda, Self-Realization Fellowship

Livro A Lei do Sucesso, de Paramahansa Yogananda, Self-Realization Fellowship

Livro Peça e Será Atendido, de Jerry Hicks e Esther Hicks, Editora Sextante

Leia mais sobre energia

Ganhe uma rotina com mais vitalidade – http://www.personare.com.br/revista/saude-e-beleza/materia/136/ganhe-uma-rotina-com-mais-vitalidade

Troque o cansaço pela positividade – http://www.personare.com.br/revista/carreira-e-financas/materia/134/-troque-o-cansaco-pela-disposicao

A energia dos opostos nos ambientes – http://www.personare.com.br/revista/familia/materia/185/a-energia-dos-opostos-nos-ambientes

Texto de: Regina Restelli
Terapeuta Energética. Combina técnicas e dinâmicas energéticas com base na Radiestesia e na Radiônica. Mantém no Rio de Janeiro o Centro de Terapias Energéticas Sanat Kumara.
contato: sanatkumara.tera@gmail.com

h1

Vastu Shastra é o Feng Shui indiano

07/08/2009

vastushastra

Existe uma outra ciência tão ou mais antiga que o Feng Shui que é aplicada para harmonizar as energias de um ambiente: a Vastu Shastra, a “Ciência de Morar Bem”.

Originária da Índia, com mais de 4000 anos de existência, o Vastu teria sido criado para “apaziguar o demônio que vivia em todo planeta, o Vastu Purusha”. No início dos tempos, os deuses reuniram-se para combater o tal demônio.

Os deuses “sentaram-se sobre o domínio até esmagá-lo contra o solo”. Preso debaixo da terra, Vastu Purusha passou a habitar cada residência construída sobre ela, atormentando seus moradores. Para “domesticá-lo”, os antigos criaram o Vastu Shastra – ou Feng Shui indiano.

Também conhecido como Feng Shui indiano, o Vastu Shastra busca a harmonia do ambiente por intermédio da construção e da arquitetura. O objetivo é encontrar um equilíbrio entre o interior do imóvel e o exterior, para que os moradores se sintam bem e tenham mais energia na vida. O equilíbrio da energia no Vastu é o prana.

O Vastu leva em consideração a localização do terreno e a sua forma, a melhor posição do imóvel no terreno, posição da porta de entrada, os cômodos principais, tipo de construção, as melhores cores etc.

Entre muitas recomendações do Vastu para um imóvel e seus moradores terem boas energias, podemos citar:
– Porta de Entrada: a melhor posição segundo o Vastu é para o Leste, favorável para entrada de energia e prosperidade. Como no Feng Shui, a porta de entrada deve estar bem firme, abrir com facilidade e totalmente.
– Posição da Cama Desfavorável: no Vastu, a cabeça corresponde ao norte. Logo a cabeceira de uma cama não pode ficar posicionada para o norte, pois há conflito energético (dois pólos iguais se repelem), causando problema de saúde para as pessoas.
– Posição da Cama Favorável: para se ter uma boa noite de sono, a melhor posição da cabeceira seria para o leste.
– Mesa de Trabalho e Estudo: deve ficar posicionado para o norte, assim terá boas influencias energéticas.
– Influências Negativas: no Vastu, assim como no Feng Shui, quando há algum ponto energético desfavorável o mesmo pode ser corrigido com barreiras do tipo: árvores, portas, paredes ou cortinas.

Para saber mais, visite: http://www.vastushastra.com.br/

Texto de Franco Guizzetti/Especial para o Terra Esotérico

h1

Mandalas

27/04/2009

mandala2

Atualmente, bem-estar e qualidade de vida são objetos de grande desejo de todo ser humano. E quanto mais “natural” o processo de aquisição dessa estrutura, melhor. Uma das maneiras de alcançar essa paz interior é por meio das mandalas.

A mandala nada mais é do que um campo de força, no qual as formas, a estrutura numérica e as cores possuem poderes vibracionais atuantes. “Quando fazemos contato visual com uma mandala, nossa energia se altera e essa modificação é sempre muito positiva”, explica Celina Fioravanti no livro “Mandalas – Como usar a energia dos desenhos sagrados”.

Todas as mandalas possuem os seguintes elementos: a forma circular; o ponto central; e a repetição ou simetria das formas que constituem o desenho. De acordo com Celina, cada parte da mandala possui um simbolismo:

-O espaço interior, onde são desenvolvidas as formas, é sagrado, enquanto aquilo que está fora desse espaço é profano;

-O ponto central representa uma existência superior, a fonte de toda a criação;

-O desenho da mandala tem quase sempre uma estrutura geométrica que divide o espaço em porções simétricas. A emanação das figuras geométricas e do número de divisões do espaço determinam a chamada “vibração da mandala”; e

-O simbolismo das cores e seu poder vibratório.

Os números na mandala

A base da mandala é definida pela divisão do espaço circular. Por exemplo, se há apenas um elemento principal dentro do espaço circular, essa mandala tem base um.

Base um: simboliza o princípio; são fortes e estão diretamente ligadas ao conceito de Deus;

Base dois: representa a dualidade, as polaridades opostas da energia, que se unem para gerar uma terceira força;

Base três: representa realizações no plano da matéria a partir de motivações espirituais;

Base quatro: está ligada ao poder e à ação objetiva;

Base cinco: está relacionada com a leveza, a fluidez, a alegria e a alquimia; é base para as mandalas com base dez e 15;

Base seis: é formada pela multiplicação do dois e do três, dos quais absorve um pouco os simbolismos; uma mandala com base seis quase sempre contém também o número 12;

Base sete: extrai suas vibrações da soma dos conceitos simbólicos dos números três e quatro, que unem a elevação com a materialidade; dobro de sete, a base 14 está ligada à alquimia e à magia;

Base oito: a sua influência é exercida no plano material com muita força; a base 16, dobro de oito, gera o número espiritual mais poderoso; e

Base nove: essa base acalma, ajuda a estudar e a aprender, facilita tudo o que é muito especializado; a base 18, dobro de nove, gera mandalas com muita força sobre o inconsciente e suas manifestações.

Celina ressalta no livro “Mandalas – Como usar a energia dos desenhos sagrados” que existem mandalas com duas ou mais bases numéricas, em que os conceitos e a emanação da mandala têm duas atuações distintas. “Uma mandala com duas vibrações é mais fraca que uma mandala com apenas uma emanação vibracional”, diz.

A geometria na mandala

Na maior parte das vezes, são as formas geométricas da mandala que criam as vibrações numéricas.

Círculo: indica a área de atuação de Deus, a abrangência de seu poder, é o símbolo do céu;

Triângulo: representa o homem em sua busca espiritual;

Quadrado: simboliza a matéria, o mundo das ações e realizações físicas, num plano de existência puramente terrestre;

Pentágono e pentagrama: como pentágono, lembra o quinto elemento, o éter. Como pentagrama ou estrela de cinco pontas, emana vibrações de liberdade de ação e de pensamento; e

Hexágono e estrela de seis pontas: o hexágono indica o campo de atuação da busca espiritual. A estrela de seis pontas ou estrela de Davi representa a fé aplicada à vida material e a fé transformada numa ligação real com Deus.

As cores na mandala

As cores nas mandalas têm uma função altamente estimulante e terapêutica:

Vermelho: afasta a depressão, tira o desânimo e traz poder no plano material;

Amarelo: cor da inteligência, do estudo e da criatividade;

Azul: traz paz, harmonia e serenidade;

Laranja: cor da reconstrução, da correção e da melhora;

Verde: melhora qualquer estado físico negativo e cura o corpo, da mesma maneira, cura a alma quando está abatida; e

Lilás: evita que as energias indesejadas se instalem.

Como usar as mandalas

De acordo com Celina, existem muitas maneiras de aproveitar a energia emanada pelas mandalas. “Olhas para as mandalas é a primeira maneira de receber suas emanações positivas. Ao olhar uma mandala, sua estrutura começa a agir em nosso interior e gera modificações energéticas para as quais ela está programada”, explica a autora do livro “Mandalas – Como usar a energia dos desenhos sagrados”.

O primeiro cuidado é escolher a mandala certa para olhar. “Prepare um lugar calmo e isolado. Pode haver música, incenso, velas… O essencial é poder estar ali em paz e sem ser interrompido”, ressalta. Coloque o desenho na sua frente e feche os olhos. Faça respirações profundas. Quando estiver mais concentrado, abra os olhos e olhe diretamente para a mandala. Procure deixar sua mente livre de preocupações.

“Permaneça olhando quanto tempo quiser. Se ficar cinco minutos, irá se sentir bem e em harmonia. Se ficar 15 minutos, irá restaurar sua energia interior e exterior. Se ficar 30 minutos, bem concentrado no desenho, provavelmente acabará meditando com a ajuda da mandala”, finaliza Celina Fioravanti.

Bibliografia – “Mandalas – Como usar a energia dos desenhos sagrados”, de Celina Fioravanti, com desenhos de Vagner Vargas, da Editora Pensamento.

Thaís Bronzo

Fonte: Site Ana Maria Braga

h1

Sai quizila! Xô 2008! Chega logo 2009!

31/12/2008

Mulheres que atraem energia negativa (e como desliga esta antena)

Azar, zica, má sorte, urucubaca, infortúnio. Não faltam palavras para designar a tal energia ruim, que, às vezes, vem como um tsunami, derrubando tudo o que encontra pela frente. Entenda por que isso acontece e saiba mandar essa nuvem negra para longe da sua vida

Melissa Diniz

energianegativa01Há algum tempo, a assistente de recursos humanos Celena Bahal, 40 anos, de São Paulo, imaginou que estava sendo vítima de alguma mandinga, tamanha a maré de azar em que se viu envolvida. A tal fase ruim começou de repente, após ela trocar de carro. Durante um mês, foi só alegria. Até que bateram na traseira do veículo, amassando o pára-lama.

O incidente, que parecia corriqueiro, foi o estopim de uma série de contratempos que logo virou a vida dela do avesso. Durante os dois anos seguintes, Celena contabilizou oito batidas no carro, que ficou parecendo uma lata velha. “Cada vez que um novo acidente acontecia, meu medo crescia, juntamente com a convicção de que aquele objeto não me trazia sorte. Cheguei até a benzê-lo”, diz ela. O que ocorreu com Celena não foi coincidência. Segundo estudiosos da neurolingüística, nosso pensamento emite energia capaz de atrair acontecimentos que vibram na mesma freqüência. Essa teoria, conhecida como lei da atração, já é utilizada e propagada há bastante tempo por autores de livros de auto-ajuda e ficou ainda mais popular com os filmes QUEM SOMOS NÓS (mistura de documentário e ficção estrelada por Marlee Matlin e lançada em 2004) e O SEGREDO (produção australiana de 2006, dirigida por Drew Henot e baseada no livro homônimo, de Byrne Rhonda).

De acordo com essa linha de pensamento, nossa interpretação sobre os fatos afeta a realidade à nossa volta. Assim, temos mais ou menos sorte conforme os padrões de pensamento que alimentamos. “E, se nem sempre temos como mudar os fatos, podemos modificar a leitura que fazemos deles e as reações que teremos a partir daí, o que nos torna responsáveis pelo bem ou pelo mal que atraímos”, afirma a psicóloga e terapeuta Margareth dos Reis, do Instituto H. Ellis, de São Paulo.

Somos bombardeados por bons e maus acontecimentos todos os dias. Mas, se encaramos essas experiências com otimismo e coragem, colhemos resultados melhores. Algumas pessoas, porém, são propensas a enxergar a vida por uma lente negativa. Comportam-se sempre como vítimas, acham que o mundo está constantemente contra elas e que nada vai dar certo nunca. “É um padrão que depende de influência familiar, das experiências individuais e da personalidade de cada um”, explica Margareth.

O resultado é um círculo vicioso: a fixação no lado ruim das coisas atrai energia negativa, e esta prejudica todos os setores da vida da pessoa, realimentando sua convicção de que é mesmo azarada. Foi o que aconteceu com Celena. “Sentia-me perseguida por uma nuvem negra e não conseguia mais me concentrar no trabalho. Perdi clientes e dinheiro a ponto de passar necessidade. Foi uma bola-de-neve”, lembra ela.

Com o tempo, Celena entendeu que a fixação no problema só piorava a situação. “Percebi que, quanto mais eu acreditava estar envolvida em energias negativas, mais coisas ruins me aconteciam. Então, decidi vender o carro e mudar meu jeito de pensar. Parece brincadeira, mas lentamente tudo melhorou e hoje estou feliz”, relata.

Florzinha Fato versus pensamento

Para a escritora americana Linda Spangle, consultora de motivação e autora de livros sobre emagrecimento, como 100 DAYS OF WEIGHT LOSS (100 dias de perda de peso, ainda sem tradução no Brasil), nossas experiências podem ser resumidas na seguinte fórmula: fato, pensamento, ação e resultado. Aquilo que pensamos sobre determinado acontecimento nos leva a determinadas atitudes cujas conseqüências sempre confirmam nosso pensamento. E é aí que surgem os problemas.

Imagine uma mulher esperando o namorado em um restaurante. Meia hora depois, ele ainda não chegou e o celular só dá caixa postal. Se for pessimista, ela imaginará o pior – que homem não presta, que é melhor ficar sozinha etc. Quando ele aparecer, ela estará tão nervosa que mal vai ouvir a justificativa para o atraso. Vai se levantar, dizer uma série de desaforos e ir embora, achando-se a mais infeliz das criaturas.

Esse exemplo é usado por Linda nas suas palestras sobre crescimento pessoal para mostrar como a mesma cena, protagonizada por alguém capaz de controlar as emoções e os pensamentos negativos, teria um final bem diferente. Quem sabe o tal namorado estivesse atrasado porque o chefe o chamara de última hora para comunicar uma promoção, e o jantar dos dois tivesse se transformado em uma comemoração. “Desespero não resolve. Diante de um problema, a saída é serenidade para ver o que acontece ou a busca de uma solução eficaz ”, afirma Margareth.

Florzinha Mudança de foco

energianegativa02A terapeuta holística Vânia Medeiros, de São Paulo, explica que, da mesma maneira que pensamentos negativos atraem acontecimentos ruins, também podemos atrair sorte, alegria e realizações se alimentarmos a fé, o otimismo e a esperança. “Somos seres vibracionais e, portanto, emitimos energia. Essa energia vibra em diferentes freqüências e se liga a pessoas e acontecimentos que estejam na mesma sintonia. Portanto, pensamentos positivos atraem fatos positivos”, diz ela.

Inversamente, se nossa antena está em uma freqüência ruim, vamos captar a energia negativa das pessoas e dos ambientes. “O que nos torna vulneráveis são emoções como medo, inveja, ciúme, raiva, culpa e desejo de vingança. Mas, além de mantê-las à distância, é importante cultivar posturas e hábitos positivos, como a fé, a alegria, a meditação, a organização e a limpeza. Um ambiente bagunçado é a própria representação da energia ruim”, afirma Vânia.

Pode acontecer que, mesmo com essas precauções, determinados lugares e pessoas provoquem desconforto, cansaço, dor de cabeça e mal-estar. “Não significa que você se contaminou com aquela negatividade, mas que doou um pouco da sua energia ao lugar. É como se a atmosfera local buscasse uma compensação, sugando energias mais saudáveis”, explica Vânia. Para se preservar, é preciso criar sua ilha particular de proteção: quando sentir negatividade no ar, vale o esforço de focar o pensamento em idéias e lembranças felizes e exercitar os melhores sentimentos.

Florzinha Para melhorar de vez

Quando o negativismo se instala, porém, nem sempre é fácil percebê-lo. A relações-públicas Selma Cristine Silvério da Silva, 32 anos, de São Paulo, precisou fazer um balanço da vida sentimental para constatar que, havia 11 anos, só atraía namorados superenrolados e mal resolvidos. “Quando me dei conta da situação, comecei a investigar o que estava fazendo de errado. Percebi que me lamentava demais e sempre esperava o pior dos relacionamentos e dos homens com quem me envolvia”, diz.

Com essa constatação, Selma entendeu que estava presa a um padrão negativo e que só atraía pessoas na mesma freqüência. “Foi um aprendizado. Estou tentando mudar e filtrar os pensamentos. É um exercício diário e árduo, mas vou conseguir”, acredita.

O esforço para manter uma faixa vibracional elevada é importante até mesmo para a saúde física. “A ciência já comprovou que as emoções negativas causam doenças. E as emoções partem dos pensamentos”, defende Vânia. Basta lembrar que o stress e o nervosismo diminuem nossa imunidade e chegam a causar alterações de pressão, aceleração cardíaca etc. Para a terapeuta, a satisfação pessoal, profissional e amorosa é o melhor antídoto contra a negatividade: “Se nos sentimos realizados, transmitimos essa satisfação para as outras pessoas e a recebemos de volta. É uma alimentação constante da energia positiva”, diz ela.

Florzinha Banho de proteção

energianegativa03O aromaterapeuta Marcelo Dhyana, do Espaço Girassol, em São Paulo, usa o poder dos óleos essenciais para afastar a negatividade. “O alecrim, por exemplo, propicia uma profunda limpeza energética, enquanto o benjoim e o olíbano trazem proteção emocional e espiritual”, afirma ele. A receita é fácil: 2 colheres (sopa) de mel, 5 gotas de óleo essencial de alecrim, 5 gotas de óleo essencial de benjoim e 2 gotas de óleo essencial de olíbano. Dilua esses ingredientes em um recipiente e, em seguida, incorpore essa mistura à água da banheira. O alecrim pode aumentar a pressão arterial. Por isso, hipertensos e grávidas devem substituí-lo por óleo essencial de lavanda.

Florzinha Afinação positiva

O que fazer para se manter em sintonia positiva mesmo nas situações mais desgastantes

1. Cultivar pensamentos de alegria, paz, saúde e otimismo.
2. Mentalizar belas imagens, como uma paisagem ou um sorriso.
3. Ouvir uma música especial, recitar um mantra, fazer uma meditação ou respirar profundamente quando estiver estressada.
4. Verbalizar (ou imaginar) frases de que goste ou uma oração.
5. Ficar longe de reclamações, maledicências e fofocas.
6. Ligar para alguém ou sair para dar uma volta quando uma idéia ruim começar a incomodar.
7. Melhorar o autoconhecimento identificando as atitudes e circunstâncias que perturbam seu bem-estar e as emoções associadas a elas.

Florzinha Teste se você atrai energia negativa

Nem sempre é fácil perceber que a negatividade de um lugar ou de uma situação está interferindo no seu equilíbrio. A terapêutica holística Vânia Medeiros, de São Paulo, preparou um teste para ajudá-la a identificar esses indícios e descobrir quando é hora de se proteger. Para realizá-lo, procure um lugar calmo e relaxe, sintonizando-se com as suas emoções.

1. É comum você se sentir desanimada, cansada ou nervosa?
2. As pessoas que se relacionam com você parecem complicadas ou problemáticas?
3. Você mantém pensamentos negativos diante de um problema?
4. As pessoas ao seu redor dão sinais de inveja, raiva ou pessimismo?
5. Você também se sente contaminada por esses sentimentos?
6. Você experimenta uma sensação de ameaça nos ambientes que freqüenta ou nas suas relações?

Resultado

Até 2 respostas positivas
Atenção, você começa a se deixar influenciar pela energia negativa ao seu redor. Procure afastar o pessimismo, sorrir mais e cultivar bons pensamentos e sentimentos.
Até 4 respostas positivas
Sinal de alerta, você já se deixou contaminar pelo negativismo à sua volta. É hora de fazer um balanço da sua vida e investir em uma limpeza energética.
Mais de 4 respostas positivas
A situação é crítica. Reveja urgentemente os seus padrões de pensamento e as suas atitudes. Procure a ajuda de um terapeuta, se achar necessário.
Fonte: Revista Cláudia