Posts Tagged ‘gatos’

h1

Gato recebia Bolsa Família no Mato Grosso do Sul

24/01/2009

cat

Eurico Siqueira da Rosa, que coordenava o programa na cidade de Antônio João, incluiu o nome do gato dele como dependente para receber R$ 20 a mais por mês.

Moradores de um município de Mato Grosso do Sul que recebem o Bolsa Família serão chamados para um recadastramento. São beneficiadas 915 famílias de Antônio João.

Segundo a prefeitura, Eurico Siqueira da Rosa, que coordenava o programa na cidade, incluiu o nome de um dependente dele nessa lista para receber R$ 20 a mais por mês. O beneficiário chama-se Billy Flores da Rosa.

O problema é que Billy é o nome de um gato de estimação. O dono dele foi afastado do cargo e pode responder por crime contra o patrimônio público.

Fonte: G1

h1

Bares que “alugam” gatos viram mania no Japão

18/01/2009

Que os japas são meio afetados, isso eu já sabia (e é por isso que adooooooooooooro eles). Olha só a última dos nossos amiguinhos de olhos puxados.

A mais nova mania entre os japoneses é a de freqüentar os chamados “cat cafés”, locais onde os clientes podem aproveitar da companhia de gatos.

Por cerca de R$ 23, os clientes podem passar uma hora no café, com direito a acariciar os gatos

Por cerca de R$ 23, os clientes podem passar uma hora no café, com direito a acariciar os gatos

Por cerca de US$ 10 (pouco mais de R$ 23), o cliente pode passar uma hora em um desses estabelecimentos.

Em um deles, o Ja La La Café, no agitado bairro de Akihabara, em Tóquio, cerca de 12 gatos fazem as honras da casa.

Os clientes podem acariciá-los ou apenas tirar fotos de seus bichanos preferidos.

A maioria é de homens solteiros. Um deles, Yutsuke, se confessa bastante tímido com outras pessoas. Ele conta que gostaria de ter seu próprio gato, mas como mora sozinho e está sempre viajando a negócios, prefere freqüentar os “cat cafés”.

Eu gostei, só que o único problema é que eu não ia “alugar”. Ia levar tudinho pra casa!!!

No café Nekorobi, todos os gatos têm álbuns de fotografias para que os clientes os conheçam melhor, antes de escolher qual o fará companhia

No café Nekorobi, todos os gatos têm álbuns de fotografias para que os clientes os conheçam melhor, antes de escolher qual o fará companhia

EU KERO TODOS!!!!!!!!!!!!!!!! Manda embrulhar que tia Dinah vai levar tudinho!!!!! Nhôôôôô!!!

h1

Simplesmente gatos

15/01/2009

gatinholindo

Bichos polêmicos sem o querer, porque sábios, mas inquietantes, talvez por isso… nada é mais incômodo que o silencioso bastar-se dos gatos. O só pedir a quem amam. O só amar a quem os merece.

O homem quer o bicho espojado, submisso, cheio de súplica, temor, reverência, obediência. O gato não satisfaz as necessidades doentias do amor. Só as saudáveis.

Lembrei, então, de dizer, dos gatos, o que a observação de alguns anos me deu. Quem sabe, talvez, ocorra o milagre de iluminar um coração a eles fechado?

Quem sabe, entendendo-os melhor, estabelece-se um grau de compreensão, uma possibilidade de luz e vida onde há ódio e temor? Quem sabe São Francisco de Assis não está por trás do Mago Merlin, soprando-me o artigo?

Já viu gato amestrado, de chapeuzinho ridículo, obedecendo às ordens de um pilantra que vive às custas dele? Não! Até o bondoso elefante veste saiote e dança a valsa no circo. O leal cachorro no fundo compreende as agruras do dono e faz a gentileza de ganhar a vida por ele. O leão e o tigre se amesquinham na jaula.

Gato não. Ele só aceita uma relação de independência e afeto. E como não cede ao homem, mesmo quando dele dependente, é chamado de arrogante, egoísta, safado, espertalhão ou falso.

“Falso”, porque não aceita a nossa falsidade com ele e só admite afeto com troca e respeito pela individualidade. O gato não gosta de alguém porque precisa gostar para se sentir melhor. Ele gosta pelo amor que lhe é próprio, que é dele e ele o dá se quiser.

O gato devolve ao homem a exata medida da relação que dele parte. Sábio e espelho. O gato é zen. O gato é Tao. Ele conhece o segredo da não-ação que não é inação. Nada pede a quem não o quer.

Exigente com quem ama, mas só depois de muito certificar-se. Não pede amor, mas se lhe dá, então ele exige. Sim, o gato não pede amor. Nem depende dele. Mas, quando o sente é capaz de amar muito. Discretamente, porém sem derramar-se. O gato é um italiano educado na Inglaterra. Sente como um italiano mas se comporta como um lorde inglês.

Quem não se relaciona bem com o próprio inconsciente não transa o gato. Ele aparece, então, como ameaça, porque representa essa relação precária do homem com o (próprio) mistério. O gato não se relaciona com a aparência do homem. Ele vê além, por dentro e pelo avesso. Relaciona-se com a essência.

Se o gesto de carinho é medroso ou substitui inaceitáveis (mas existentes) impulsos secretos de agressão, o gato sabe. E se defende do afago. A relação dele é com o que está oculto, guardado e nem nós queremos, sabemos ou podemos ver. Por isso, quando surge nele um ato de entrega, de subida no colo ou manifestação de afeto, é algo muito verdadeiro, que não pode ser desdenhado. É um gesto de confiança que honra quem o recebe, pois significa um julgamento.

O homem não sabe ver o gato, mas o gato sabe ver o homem. Se há desarmonia real ou latente, o gato sente. Se há solidão, ele sabe e atenua como pode (ele que enfrenta a própria solidão de maneira muito mais valente que nós). Se há pessoas agressivas em torno ou carregadas de maus fluidos, ele se afasta.caminho

Artur da Távola

h1

Boas Festas e Feliz 2009!

24/12/2008

flor-natal

“O bom do caminho é haver volta
Para ida sem vinda basta o tempo”.caminho

Mia Couto

.shell-32x32

E volta apenas das coisas boas e que venham mais boas-coisas-novas. Te espero.

h1

Peruca para gatos

01/12/2008

Bom, a pessoa aqui está de saco cheio de cabelo curto. Então resolvi fazer uma pequena busca por perucas pra ver se rolava de, de vez em quando, brincar de mudar de cabelo… e com o que eu fui esbarrar?

Olha só pra isso!!!

chickenpinkfull

blue2

Ai eu digo:

SACANAGEM COM O POBRE DO GATO!!!

kitty-logoPior é que eu tou rindo até agora!!! E as doidas que tiveram essa ideia estão faturando horrores porque, cada peruquinha custa em torno de 80 reais!!! E, pela quantidade de fotos de “clientes” que tem no Flickr deles, dá pra se imaginar, né? O que é que faltam inventar agora, me diga?

Tudo por conta de um Siamês, segundo Jill e Julie, as inventoras da “gracinha”.

Os gatos vão dominar o mundo!!!

h1

Novos bebês

30/11/2008

gatinho

Mais quatro bebês novos na área. Juro que, se dependesse só de mim, eu sequestraria todos hoje mesmo, daria um belo banho e todos eles e iam ficar como quatro pompons feopudos na minha cama!!! Coisinhas mais gostosas, môdeus!!! Esse da foto tem a pelagem linda! Amarelo, branco e preto todo arrepiado!!!

Assinatura

h1

Cuide bem do seu gato

17/11/2008

gatosvarios

PARTE 1

Entendendo o seu gato:

Os gatos se utilizam, na maioria das vezes, da linguagem corporal para dar suas mensagens.
O que acontece é que um felino consegue entender perfeitamente o que o outro quer dizer,
com um simples movimento na cauda ou uma leve mexida no bigode, mas seus donos não.
Por causa disso, tem muita gente que não se dá bem com o gato como animal de estimação, pois acham que eles são traiçoeiros ou falsos. Mas tudo isso pode ser apenas uma má interpretação
do dono por não saber reconhecer tanto os sinais do corpo como da voz dos felinos.
Daremos algumas dicas para você entender o que o seu gatinho está sentindo, pois isso é que causará o sucesso da comunicação entre vocês e tornará a convivência amistosa e feliz.

Arqueando as Costas

Ele dá a impressão de ser maior do que é. Geralmente quando faz isso, também eriça os pêlos, fazendo com que ele pareça ainda maior. Isso pode apavorar o inimigo ou algum intruso e
acaba sendo um sinal de “saia já daqui”!

Se Escondendo

Os gatos se escondem simplesmente porque isso faz parte da sua natureza. Ele pode fazer isso tanto para poder atacar, como para se esconder mesmo de alguém maior do que ele.

Empurrando e abraçando

É comum, principalmente nos filhotes ficarem com as cabeças encostadas e ficarem se
empurrando ou fazendo brincadeiras provocativas. Eles não estão brigando, estão se
divertindo. Isso torna a personalidade deles bastante alegre e são gestos importantes
para desenvolver a personalidade deles.

Miados e cauda ereta

É bom atendê-lo logo. Ele está com pressa e não quer mais esperar por algo que pode até
já ter demonstrado e ninguém notou. Pode ser a comida, a porta fechada que ele não
está acostumado, a água etc.

Cauda balançando

A cauda em leve movimento indica aborrecimento. Observe o que pode estar causando isso.

Sinais de ameaça

Se o gato estiver com as pupilas dilatadas, a boca aberta mostrando os dentes e emitindo
um som forte, isso é um sinal de ameaça que ele está dando. Dificilmente ele faz isso para
um humano, a não ser que seja demasiadamente provocado. Ele está com medo e por
isso reage dessa forma.

Quando está despreocupado e sem medo

Se estiverem felizes e relaxados, os gatos demonstram isso fechando um pouco os olhos.
As orelhas ficam mais voltadas para a frente e às vezes até emitem um ronronar.

Bigodes inclinados para a frente

Mau sinal. Ele está mal humorado. Junto com esta expressão, pode ainda ficar com as
orelhas eretas dobradas para trás, o que significará que está ficando raivoso. Nessa hora,
as pupilas costumam ficar contraídas (quase que dando um ar franzido ao rosto)

Quando está com fome

Geralmente ele fica sentado, o rabo abaixado, e o pescoço fica erguido e esticado. Mia
tristemente para alguém atender o seu pedido. Já os filhotinhos quando estão com fome, choram muito parecidos com os bebês. Ele vai chorar se sentir fome, frio e até se estiver longe da mãe.

Demarcando o território

Os gatos demarcam o território se apoiando no objeto que pretendem marcar e com a cauda tremendo, esguicham a urina para trás. Não é um jato como quando estão esvaziando a bexiga.
Ele arranha os sofás e cadeiras dentro de casa para que suas marcas sejam vistas por todos.
Mesmo fêmeas e machos castrados podem lançar jatos de urina.

Se esfregando em você

O gato quando se esfrega em você não está só demonstrando carinho, como muita gente pensa.
Ele está transferindo o odor do seu corpo, reivindicando você como parte de seu território.

Quando deita e rola

É porque está feliz e tranquilo.

Os sons que emitem

Os miados, chamados também de sons vocálicos, são usados nos pedidos e reclamações.
Os murmúrios (ronronar), são usados em saudações e para mostrar contentamento.
Os de alta intensidade, são o gemido de irritação, o guincho de medo e dor, o sibilo e o
miado de acasalamento da fêmea. São sons altos e nem um pouco discretos.

PARTE 2

Dicas básicas:

1ª dica – Prato para água e comida

Escolha um modelo prático. Os pratos de cerâmica e de aço inoxidável são bons. Evite os
pratos de plástico; muitos gatos passam a ter acne no queixo devido ao constante
atrito com o plástico.

2ª dica – Toalete

Se o seu gato tiver pêlo curto, você vai precisar de um pente de metal, uma escova macia
para pêlo curto e um cortador de unhas. Se tiver pêlo longo, compre um pente de metal,
uma escova para pêlo longo e um cortador de unhas.

3ª dica – Caixa sanitária e acessórios

Improvise ou compre uma caixa sanitária, areia e uma pazinha. Existem muitos tipos de caixa sanitária. Escolha uma que seja de bom tamanho para seu gato e fácil de limpar.
Prefira areia sem perfume (verifique na embalagem), que também não deixe marcas no chão. Encontre um bom lugar para a caixa antes de levar o gato para casa.

4ª dica – Caixa de transporte

Escolha uma caixa firme e de tamanho adequado, que dê segurança ao gato e seja fácil de transportar e limpar. Existem inúmeros modelos. Os materiais mais adequados são os de
plástico e os de lona.

5ª dica – Arranhadores

Ensine o seu gato a usar o arranhador para que ele não arranhe os móveis com as unhas. Há diversas cores e formatos de arranhadores, que costumam ser revestidos de carpete ou sisal. Verifique se a parte vertical é alta o suficiente para que o gato possa ficar em
pé quando for adulto.

IMPORTANTE:
Ter um gato não é nada fácil. Cuide dele com muito amor, muito carinho e atenção, e qualquer dúvida consulte o seu veterinário.